domingo, 4 de setembro de 2011

Últimos quilômetros: nesta segunda-feira a Marcha chega a Brasília!



A Marcha da Reforma Agrária do Século XXI realiza o último trecho da sua caminhada amanhã (05/09) partindo do CAIC do Núcleo Bandeirantes, no Distrito Federal, para percorrer os quase 20 km finais até o Parque da Cidade de Brasília, no Plano Piloto.

A previsão de chegada é às 09h e o grupo de mais de 1000 trabalhadores e trabalhadoras rurais que desde o dia 21 de agosto marcharam mais de 200km desde Goiânia/ GO será recebido por ministros do governo, diversos parlamentares e representantes de movimentos sociais para a realização de um grande ato público na capital federal. 

De acordo com o Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), responsável pela convocação da Marcha, a principal proposta que caracteriza o debate de uma reforma agrária do século XXI no Brasil é a implementação de Empresas Agrícolas Comunitárias (EAC). Elas constituem uma alternativa política e socioeconômica, e inclusive cultural, para o atual modelo de assentamento de reforma agrária e a agricultura familiar no país.

O MLST considera que o modelo de reforma agrária concebido até aqui foi superado, principalmente, porque seu principal inimigo não é mais o latifúndio improdutivo, mas sim o agronegócio que articula poderosos interesses econômicos, políticos e sociais.  Uma reforma agrária atualizada, além da distribuição de terra, precisa garantir a autonomia e o empoderamento dos agricultores. Agregar valor a produção e disputar o mercado com produtos de qualidade, com selo social e ambiental são fatores fundamentais, no entendimento da “reforma agrária do século XXI”, para a obtenção de autonomia econômica.

Os participantes dedicam a Marcha Reforma Agrária do Século XXI: Aperte a Mão de Quem o Alimenta ao dirigente Bruno Maranhão, da coordenação nacional do MLST e figura histórica da esquerda brasileira, que se encontra em recuperação após grave problema de saúde.




FOTOS DO TRECHO SAMAMBAIA - NÚCLEO BANDEIRANTES/DF (03/09/2011):


















2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Odeio qndo fazemos algo e infelizmente não reconhecem nosso valor, eu estive desde o inicio da marcha junto animando e fazendo a locução, estive voluntariamente como emfermeiro e não vi nem uma foto minha neste blog e nem no site oficial, é desta forma que querem mostrar o valor dos trabalhadores? Os esquecendo? legal 10x0 pra vcs da organização... GRATO IRANILDO SILVA (LOCUTOR)

    ResponderExcluir